segunda-feira, novembro 21, 2005

Jornalismo televisivo [opinião]

Sem papas na língua e sem constrangimentos Pedro D’Anunciação aborda o tratamento jornalístico dos motins em França, ponto de partida para uma critica às abordagens das televisões nacionais.Artigo que aconselho a leitura [Jornalistas Pasmados] e que gostaria de ver debatido nos comentários.

2 comentários:

sabine disse...

Bem, somos mesmo o único país em que o sangue é critério jornalistíco?

a disse...

Parece-me um exagero considerar que "todas as televisões do mundo são contidas - menos as nossas". Em primeiro lugar, pelo número de casos considerados - 3; em segundo, por serem casos de países com um historial particularmente rico em conflitos culturais.
É verdade que também nos tornámos num país com bastante imigraçao, mas esta transformação é recente e, a meu ver, incomparável à dos outros países referidos.

Também não creio que a importância com que este assunto tem sido tratado pelos nossos meios de comunicação tenha em vista o "efeito colateral" de despertar os ânimos nacionais, por maiores audiências que daí adviessem.